terça-feira, 21 de outubro de 2014

IBOPE DA VANTAGEM A HELDER NA RETAFINAL

Na pesquisa IBOPE o candidato Helder Barbalho aparece com 48% dos votos válidos, ja o Candidato Jatene aparece com 45% aparece com 45% dos votos.

DILMA ABRE VANTAGEM SOBRE HELDER NA RETA FINAL

Candidata à releição, Dilma Rousseff (PT) aparece com 46% dos votos totais, segundo pesquisa do Datafolha divulgada nesta segunda-feira (20), enquanto Aécio Neves (PSDB) soma 43%. Devido à margem de erro do levantamento ser de dois pontos percentuais para mais ou para menos, os dois continuam tecnicamente empatados.
Considerando os votos válidos, a petista chegou aos 52% enquanto o candidato do PSDB tem 48%. Já os brancos e nulos representam 5% dos eleitores e 6% ainda estão indecisos.
O Datafolha ouviu 4.389 eleitores, nesta segunda-feira, em 257 municípios do País. O nível de confiança da pesquisa é de 95. O levantamento está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Fonte: Diário do Nordeste

RETA FINAL DA CAMPANHA EM PIÇARRA

AGENDA DE REUNIÕES PARA PIÇARRA
Terça 21/10/2014
Reunião com todos os servidores de Piçarra
Local: Danceteria Vip, Bairro Brasil Novo
Hora: 18:30 hs

Quarta 22/10/2014
Reunião com os servidores da região do monte Santo, Curral 04 e Oziel Pereira
Local: Vila Oziel Pereira
Hora: 17:30 hs
Reunião com toda a população da Oziel Pereira
Local: Vila Oziel Pereira
Hora: 19:30 hs

Quinta: 23/10/2014
Reunião com servidores da regiao da boa vista
Local: Vila Boa Vista
Hora: 17:30 hs
19:30
Reunião com toda a população local

Sexta 24/10/2014
Reunião com servidores de toda a região da São José
Local: Sede Associação
Hora: 17:30 hs
19:00hs Reunião com toda a população local

Sábado
Reunião com todos os fiscais e delegados da Coligação
Agradce
Coordenação da Campanha DILMA e HELDER - Piçarra

domingo, 19 de outubro de 2014

Morre o Vereador Felix

 
Faleceu neste sábado na cidade de Araguaína - TO, o vereador Felix Ulisses. O mesmo se encontrava internado no hospital regional daquela cidade a aproximadamente um mês onde lutava contra uma doença no aparelho digestivo. As duas horas da tarde de ontem, Felix não resistiu e nos deixou para junto do pai. Ele exercia seu 5º mandato como vereador sendo por 4 vezes o mais votado devido ao grande trabalho social que exercia com maestria. Sem sombra de duvidas, ele  representa todo um processo histórico político de Piçarra, pois foi o único a estar presente na câmara municipal exercendo mandato e participando diretamente das conquistas que o município obteve em seus 18 anos de emancipação. Assim, vai um homem, mais fica junto com a gente a sua brilhante historia de vida. A família o nosso conforto, aos amigos a saudade, a Piçarra suas lutas e conquistas que ficaram marcadas pela atitude de um homem corajoso, generoso e preocupado com as causas de sofrimento de seu "povo tão querido" como ele afirmava. Lembranças eternas e gratidão, é o que nos restas neste momento de tristeza.

sábado, 6 de setembro de 2014

Pará 2014: Marina, Helder e P.Rocha na frente em pesquisa da Veiga

Veiga Consultoria e Pesquisa LTDA, divulga primeira pesquisa estadual
Descrição: http://www.bilhetim.com.br/imagem/site/post_home_data.gif em por Edir Veiga 05 de setembro, 2014 - 20h12
1. Em quem você votaria para governador? Espontâneo
Elton Braga
0,4%
Helder Barbalho
34,0%
Marco Antônio
1,6%
Marco Carrera
1,8%
Simão Jatene
27,3%
Zé Carlos
0,9%
Branco/Nulo
4,1%
Não sabe / Não opinou
30,0%
Total
100,0%
Registro no TRE/PA: PA – 00018/2014

2. Em quem você votaria para governador? Estimulada
Elton Braga
0,2%
Helder Barbalho
39,8%
Marco Antônio
1,1%
Marco Carrera
2,0%
Simão Jatene
32,4%
Zé Carlos
1,0%
Branco/Nulo
4,8%
Não sabe / Não opinou
18,8%
Total
100,0%
Registro no TRE/PA: PA – 00018/2014

3. Qual desses candidatos você NÃO votaria para governador.
Elton Braga
11,3%
Helder Barbalho
18,6%
Marco Antônio
5,0%
Marco Carrera
2,8%
Simão Jatene
22,7%
Zé Carlos
5,0%
Não sabe / Não opinou
34,8%
Total
100,0%


4. Em quem você votaria para presidente? Espontâneo
Aécio Neves
9,8%
Dilma
35,2%
Eduardo Jorge
0,1%
Eymael
0,2%
Levy Fidelix
0,2%
Luciana Genro
0,4%
Marina Silva
37,4%
Mauro Iasi
0,6%
Pastor Everaldo
0,8%
Zé Maria
0,2%
Branco/Nulo
1,8%
Não sabe / Não opinou
13,4%
Total
100,0%
Registro no TSE/PA: BR 00539/2014

5. Em quem você votaria para presidente? Estimulado.
Aécio Neves
10,1%
Dilma
37,4%
Eduardo Jorge
0,1%
Levy Fidelix
0,2%
Luciana Genro
0,3%
Marina Silva
39,1%
Pastor Everaldo
0,6%
Zé Maria
0,2%
Branco/Nulo
1,8%
Não sabe / Não opinou
10,3%
Total
100,0%
Registro no TSE/PA: BR 00539/2014

6. Em quem você votaria para senador? Estimulado
Ângela Azevedo
0,3%
Eliezer Barros
0,7%
Duciomar Costa
7,8%
Helenilson Pontes
2,4%
Jefferson Lima
14,4%
Mário Couto
11,1%
Paulo Rocha
17,8%
Pedrinho Maia
0,3%
Professor Simão
0,9%
Renato Rolim
0,1%
Branco/Nulo
4,8%
Não sabe / Não opinou
39,3%
Total
100,0%
Registro no TRE/PA: PA – 00018/2014
Veiga Consultoria e Pesquisa Ltda
PERÍODO DE CAMPO: 01 a 05 de setembro de 2014.
NÚMERO DE ENTREVISTAS: Foram realizadas 1200 entrevistas.

INTERVALO DE CONFIANÇA/MARGEM DE ERRO: O intervalo de confiança estimado é de 95% e a margem de erro máxima estimada é de 3 pontos Percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra.

domingo, 29 de junho de 2014

Helder Barbalho larga na frente de Jatene segundo pesquisa

 
Helder Barbalho tem 34,1% das intenções de voto, já o governador Simão Jatene (PSDB), que concorre à reeleição, ficaria em segundo lugar, com 26,1%. O ex-prefeito de Belém, Duciomar Costa (PTB), que até a noite de ontem não havia decidido se  seria ou não candidato ao governo, teria apenas 3,7% e Marco Carrera (PSOL), 2,1%. Os votos em branco e nulo somariam 24% e indecisos, 10%. A margem de erro da pesquisa  é de 4 pontos percentuais, para cima ou para baixo. E o intervalo de confiança é de 95%.
O levantamento também perguntou em quem o eleitor do Pará pretende votar para presidente da República. Dilma Rousseff (PT),  que concorre à reeleição,  é líder isolada, com 40,8% das intenções de voto. Aécio Neves (PSDB) tem  apenas 19,4% e Eduardo Campos (PSB), 8,6%. Outros candidatos somam 4,9%. Votos em branco e nulo são 11,7% e indecisos, 14,6%.A pesquisa da Alvo Marketing e Publicidade foi custeada pela própria empresa.
Foram entrevistadas 625 pessoas em Belém entre os dias 17 a 21 de junho de 2014. Está registrada na Justiça Eleitoral sob o protocolo número PA-00002/2014.O pré-candidato ao governo pelo PMDB encabeça uma aliança que conta com apoios importantes como do DEM e do PT, além de outros sete partidos, Helder terá como vice o deputado federal do DEM, Joaquim de Lira Maia e o candidato ao senado na chapa será o petista Paulo Rocha.
A convenção do PT/PMDB será na segunda-feira, 30 e terá a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A pesquisa da Alvo é a primeira a ser registrada no TRE neste ano e divulgada em veículo de comunicação nacional. 
FERNANDO RODRIGUES
Na Folha desde 1987, foi repórter, editor de Economia, correspondente em Nova York (1988), Tóquio (1990) e Washington (1990-91). Na Sucursal de Brasília da Folha desde 1996, assina a coluna “Brasília”,  às quartas e sábados. Mantém uma página de política no UOL desde o ano 2000 com informações estatísticas e analíticas sobre eleições, pesquisas de opinião e partidos políticos.
(Fonte: Diário do Pará/http://www.diarioonline.com.br)

PSOL Lança Marcos Carrera ao Governo do Estado

na Câmara Municipal de Belém, em meio a uma militância participativa, o Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), lançou Marcos Carrera para concorrer nas eleições de 2014, ao cargo de Governo do Estado. O Partido Socialista dos Trabalhadores Unificados (PSTU) se aliou ao PSOL e para estas eleições apresentou a professora Bernadete do Amaral como candidata ao cargo de vice-governadora pela chapa. Na convenção, foi lançado também o nome de Pedrinho Maia para a vaga do Senado Federal.
Aclamação, assim pode-se dizer o momento em que Edmílson Rodrigues e Marinor Brito subiram à tribuna para fazerem seus discursos como, respectivamente, candidatos a deputado federal e deputada estadual. Gritos, balançar de bandeiras, euforia, aplausos, assovios, tomaram conta por aproximadamente vinte minutos antes de suas falas.
Com a câmara tomada por militantes, o candidato ao governo discursou após todos os outros candidatos. Segundo Carrera, o partido está preparado para o pleito com uma coligação que pretende mudar o sistema político. “É a primeira vez que lanço meu nome, no entanto, eu tenho 30 anos de militância nos movimentos sociais. Portanto, nosso nome parece novo, mais temos anos de militância e estamos preparados para enfrentar esse debate, porque historicamente a gente sempre trabalhou com a gestão do Estado”, disse o professor.

PV LANÇA ZÉ CARLOS AO GOVERNO DO ESTADO

o Partido Verde (PV) lançou o seu candidato ao Governo do Estado, Zé Carlos Lima, que disputará a vaga ao Governo nas eleições de 2014. Na convenção, que realizou-se na sede do partido, o Professor Universitário em Políticas Públicas da Universidade Federal, Simão Bendayan, foi lançado para concorrer a vaga ao Senado Federal. A legenda não definiu ainda o nome do seu vice na chapa, mas adiantou que foi feito o convite à ex-esposa de Gabriel Guerreiro, Izaura Guerreiro, mas até agora não obteve respostas, pois a mesma encontra-se em terra santa, entretanto, até o dia 30 será divulgado.
Após a famosa chuva que cai todos os dias em Belém, a sede do partido verde ficou pequena para os adeptos a legenda. Políticos de todas as partes do Estado estiveram presentes na convenção para ouvir o que tinha a falar o candidato ao Governo do Estado e ao Senado Federal.
Com um discurso simplista e apaziguador, Zé Carlos do PV, como é conhecido, disse que a sua candidatura vem para agregar a campanha mais uma opção ao povo do Pará e provocar outras coligações.”Não pretendemos ser uma pedra no caminho de nenhuma partido, de nenhum candidato, não pretendemos ter adversários. Nosso partido é pacifista. O objetivo da nossa campanha é com a sociedade e encontra soluções para os problemas”, disse o candidato.
Quanto ao governo atual, o candidato falou que o PSDB já contribui o que pode, agora está na hora de mudança. ”O governador Simão Jatene já está no governo desde quando foi secretário de planejamento do governo do estado do pará 1983, então, como todo modelo, chega um momento que esgota, eu acho que a inteligência do PSDB contribui muito, mas exauriu. O Pará exige mudança”, falou Lima.

NO SUFOCO BRASIL PASSA PELO CHILE

A Seleção Canarinho ofereceu aos brasileiros um verdadeiro teste cardíaco na tarde deste sábado. Em jogo dominado pela equipe do Chile, o Brasil empatou por 1 a 1 no tempo normal e nos pênaltis brilhou a estrela do goleiro Júlio César que defendeu duas cobranças e classificou os anfitriões para as quartas de final em Fortaleza, na próxima sexta-feira, 04.
Uma classificação no sufoco, dramática, mas que põe o Brasil no caminho de um possível reencontro com seu passado: 64 anos depois, pode novamente enfrentar o Uruguai em uma Copa em casa. Para isso, basta que os antigos rivais eliminem a Colômbia neste sábado, às 17h. Chance de finalmente exorcizar o ‘Fantasma de 1950′.

quarta-feira, 25 de junho de 2014

TSE decide que minirreforma eleitoral só valerá em 2016

O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu nessa terça-feira (24), por maioria (quatro votos a três), que a minirreforma eleitoral aprovada no fim do ano passado pelo Congresso só valerá nas eleições de 2016.
De acordo com o entedimento da maioria dos ministros, a Constituição estabelece que alterações no processo eleitoral devem ser feitas até um ano antes da eleição e, por isso, as mudanças não poderão ser aplicadas no pleito deste ano.
A decisão foi tomada após consulta formulada pelo ex-senador Sérgio Souza (PMDB-PR) sobre a validade ou não da minirreforma neste ano. A resposta dada pelo TSE tem força de resolução e deve ser seguida.
A lei traz medidas que, em tese, reduzem o custo das campanhas eleitorais, como a limitação de cabos eleitorais e de despesas com alimentação e combustível nas campanhas.
Alguns parlamentares argumentavam que as mudanças eram administrativas e já poderiam ser implementadas. Outros defendiam que só valeriam para as eleições de 2016 porque, na interpretação deles, alteram o processo eleitoral. Ainda cabe recurso da decisão ao Supremo Tribunal Federal (STF).

A discussão sobre o tema começou há um mês, quando o relator da consulta, ministro João Otávio Noronha, entendeu que a minirreforma poderia ser aplicada. O ministro Gilmar Mendes pediu mais tempo para avaliar se deveria ser aplicado o artigo 16 da Constituição, que estabelece que alterações no processo eleitoral só podem ser feitas um ano antes.

Nesta terça, Mendes entendeu que as regras não podem ser aplicadas e foi acompanhado pelos ministros Dias Toffoli, Luciana Lóssio e Luiz Fux. "Em razão do momento em que nos encontramos, com convenções realizadas, eu realmente não posso acompanhar [o entendimento do relator]", disse a ministra Luciana Lóssio.
"O processo eleitoral propriamente dito já se iniciou com as convenções", destacou o presidente do TSE, ministro Dias Toffoli.
Noronha manteve a posição anterior e foi acompanhado por Laurita Vaz e Henrique Neves. "Não afeta a normalidade das eleições e nem a perturbação do pleito. É muito claro que não há nesse caso alteração com propósito casuístico", frisou Noronha.

O que dizia a minirreforma eleitoral
A lei prevê limitação de cabos eleitorais e de despesas com alimentação (10% dos gastos) e aluguel de veículos (20% dos gastos) nas campanhas, além de proibir o "envelopamento de carros" com adesivos.
A nova lei também autoriza que políticos que receberam punição da Justiça Eleitoral parcelem a multa em até 60 vezes, desde que cada parcela não ultrapasse o limite de 10% de seus rendimentos.
Apesar de a minirreforma não ser aplicada, algumas inovações da lei estarão em vigor neste ano porque estão previstas em resoluções do TSE que foram aprovadas pelo plenário. Entre elas estão o prazo para troca de candidatos, até 20 dias antes do pleito (15 de setembro), e punições a ofensas a candidatos na internet.

Fonte: G1